quarta-feira, 10 de novembro de 2010

eu gosto tanto tanto tanto do meu carro

que todos os meses me esqueço que voa uma prestação fresquinha sem passar na casa partida.
Faltam 3 anos de prestações fresquinhas, e desde que haja saúdinha da boa, eu cá estou para as pagar.
É o meu primeiro grande investimento enquanto gente grande e adulta. Podia ser outra coisa, podia, mas calhou de ser um carro, e eu sou muito apaixonada por ele. Nem por um segundo me arrependo desta aquisição. É que ainda pra mais combina com a cor da fachada da minha linda-acolhedora-moderna-gira-amazing futura casa. (e neste momento tenho os meus amigos menos dados a este tipo de bens a criticar-me, com amor eu sei, e com carinho eu sei também, mas a criticar-me porque devia era comprar bens primários, bens que erguessem uma família. Mas eu sou assim e pronto, gostem de mim assim por favor, pelo menos enquanto durarem as prestações todo o apoio é necessário. Se o quiserem fazer eu apreciava imenso. Assim como estou a aceitar cheques e transferências bancárias, o que acho que era mesmo uma forma muito amorosinha de mostrarem o quanto gostam de mim e o quanto eu já fui e sou vossa amiga, e o quanto um monte de coisas boas eu podia agora citar.
Pensem com carinho neste pedido humilde.

2 comentários:

Vanina disse...

Eu tenho cá para mim que um Mini é um bem super primário! Como é que se pode viver sem um??? :)

Beijinho

Rosa com Canela disse...

super!!! :)